Sustentabilidade

A nova economia: verde e circular

0

Ao pensarmos em sustentabilidade, um conceito que tem os três pilares: economia, meio ambiente e o social como esteios dessa prática, nos deparamos com as mudanças  da economia, que passou a ser verde e, agora, a economia circular.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) cria o conceito de Economia Verde como sendo a resultante da melhoria do bem estar humano e da igualdade social ao mesmo tempo em que reduz, significativamente, os riscos ambientais e a escassez ecológica. Sob esse aspecto, a economia sustenta-se em mais três pilares: é pouco intensiva em carbono, é eficiente no uso de recursos naturais e é socialmente inclusiva.  Para que isso aconteça, há muitos desafios e muitas discussões no mérito da questão por causa do tipo de mercado consumidor e da economia global vigente.

Já a economia circular surge como um conceito novo e atraente para empresas de todos os portes. Os relatórios do PNUMA indicam a tendência de ser uma nova maneira de sair da crise econômica que não é só no Brasil, é também mundial.  É um desafio, mas é uma oportunidade onde os produtos e serviços sustentáveis podem estimular o crescimento econômico e, ao fazer a inclusão social, proporcionar nova vida para as pessoas da linha de pobreza. A economia circular mostra que pode ser mais vantajoso economicamente reciclar e reutilizar recursos do que extrair materiais da natureza, em oposição à economia linear. O desenvolvimento de uma economia circular acontece na eficiência de utilização de materiais e energia, diminuindo a dependência dos recursos naturais e a máxima diminuição da geração de resíduos, voltando ao processo industrial, o que for possível. Com isso, promove inovações e mercados de materiais reciclados, estimulando novos modelos de empresas.

Os designers têm muita importância nessa nova economia, pois ao conhecer o que está na linha de descarte, eles devem criar uma nova função para esse material gerado e reutilizá-lo no processo, transformando-o em novo produto: aplicável e menos poluente.

Repense seu processo e verifique o que há de desperdício e o que é descartado. Liste e veja o que pode ser reaproveitado. Temos a certeza de que a saúde financeira da sua empresa gostará desse remédio que não tem custo. Basta só usar e abusar da criatividade ao se conhecer o processo produtivo. Esse é o novo amanhã, a nova economia.

 

 

Se ninguém fala…

Anterior

Marabu do Brasil tem nova gerente comercial

PRÓXIMO

Você pode gostar

Comentários

Comments are closed.