Editorial

Questão de sobrevivência

0

Patricia Sousa
patricia@webapp244934.ip-192-46-218-58.cloudezapp.io

Um passo e já não estamos no mesmo lugar… A mudança, tão temida por muita gente, é o combustível da vida. A cada novo dia, mesmo que não percebamos, aprendemos, sofremos, vivemos e somos expostos a experiências que nos transformam e, a cada amanhecer, não somos mais quem éramos antes.

Sem mudança, não há progresso. Essa é a lei da vida. O país vive esse momento. Uns a favor, outros contra. Natural numa sociedade democrática, ainda que digam o contrário. Mas de uma maneira ou de outra, a mudança era, é e sempre será necessária, seja qual for o cenário.

O momento pede também reflexão pessoal, atitude e mudanças particulares. Para se adequar ao momento político-econômico do país e ao que virá pela frente, precisamos estar em constante movimento para manter o equilíbrio de nossas empresas e de nossas vidas. Buscar novas idéias, melhorar processos, enxugar os gastos, enfim, “arrumar a casa”. E enxergar sempre as possibilidades que batem à nossa porta. Já dizia Erico Veríssimo que “quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento”. A escolha é sua.

Adaptar-se às mudanças, sejam elas positivas ou negativas na sua visão – sem esquecer que tudo na vida é uma questão de opinião – é uma questão de sobrevivência, pois “em uma época de mudanças drásticas, são os que têm capacidade de aprender que herdam o futuro. Quanto aos que já aprenderam, estes descobrem-se equipados para viver em um mundo que já não existe mais…” (Eric Hoffer).
Portanto, adapte-se, mude, renove-se. Empodere o seu futuro!

Patricia Sousa é Jornalista e Editora do Jornal O Serigráfico

20 anos

Anterior

Serigrafia SIGN supera expectativas de visitantes e expositores

PRÓXIMO

Você pode gostar

Comentários

Comments are closed.

Mais em Editorial