Coluna

Reaproveitando quadros

0

Os quadros mais usados no mercado brasileiro são os de madeira e os de alumínio.
Quando usamos a tela para fazer o trabalho de impressão em camisetas, placas, painéis, brindes, ou qualquer outra aplicação usando o silk screen, essa tela fica no estoque e, se o cliente não fizer outro pedido igual, essa tela fica perdida, sem uso, resultando em dinheiro parado.
Para não perder dinheiro, podemos reciclar essa tela de várias maneiras, dezenas de vezes. Quando não houver mais como usá-la por inteiro com o náilon esticado por não estar em um bom estado de conservação, poderemos usar somente a moldura de madeira ou de alumínio, esticando um novo tecido, colocando essa tela novamente em uso.
Se a tela estiver inteira, ela poderá ser recuperada com produtos existentes no mercado para este fim, conhecidos como recuperadores de emulsão; temos disponíveis produtos de vários fabricantes.
Quando a tela for muito grande e não estiver sendo usada , pode-se recuperá-la espalhando as telas de tamanhos menores dentro dela, prensando a tela grande em cima delas. Nesse caso, como a tela já está tensionada, é só colar se o quadro for de alumínio ou grampear e colar se o quadro for de madeira.
Fazendo isso, você economizará muito dinheiro em tempos de crise, diminuirá o custo da sua impressão final, deixando de comprar quadros novos e tecidos também; além de colaborar com a natureza no caso de quadros de madeira.

Prensa Transfer 5×1 da Advance Metal Printer

Anterior

Se ninguém fala…

PRÓXIMO

Você pode gostar

Comentários

Comments are closed.

Mais em Coluna