Coluna

Se ninguém fala…

0

Zerou o cronômetro. Vamos começar tudo outra vez. Ano novo é sempre uma oportunidade para refletir e jurar que dessa vez vai ser diferente. Mas, como fazer diferente? Não adianta pular sete ondas, vestir roupa branca, comer semente de romã e outras simpatias que se faz na passagem de ano se não termos a determinação firme de mudar hábitos e modos e enxergar fora do quadrado. É claro que o ano que passou foi bem complicado para todos, mas foi também um ano de aprendizado e, na prática, um ano de superação. Aprendemos que tudo depende de nós mesmos. Aprendemos a ter mais coragem e ousadia para atingir nossos objetivos sem depender de terceiros, aprendemos a trabalhar de maneira mais consciente e cientes de que, se não for assim, fatalmente teremos problemas de continuidade e estabilização da nossa atividade profissional e empresarial.
Não adianta pendurar dinheiro no varal na virada do ano na esperança de conquistar liberdade financeira se ficarmos de braços cruzados esperando o milagre acontecer. Não basta ter só pensamento positivo e agirmos de modo negativo. Temos sim é que agir de modo positivo e irmos para cima com garras de leão em busca da prosperidade, conquistar fortuna e felicidade. Folha de louro na carteira não atrai dinheiro, dinheiro no sapato também não. Só o trabalho enriquece. Não podemos nos deixar perverter pelas atitudes dos nossos políticos e maus empresários que não conhecem o valor do trabalho árduo e honesto. Eles não sabem como é bom o sono dos justos, o dever cumprido, a liberdade de não ter que se preocupar com o que fez de errado e ter que mentir constantemente para se defender. Independente de tudo, teremos um ano bastante interessante e repleto de oportunidades.
E, para aqueles que sempre reclamam que o Brasil só funciona depois do carnaval, estes reclamarão pouco esse ano. Eu não me lembro de ter visto em anos anteriores o carnaval no dia 13 de fevereiro. Copa do Mundo em outros países sempre proporcionou mais oportunidades de trabalho para o segmento de comunicação visual e serigrafia no Brasil do que a copa passada no… Brasil, e ainda teremos eleições, infelizmente, e não sabemos até quando, com os mesmos candidatos de sempre. De qualquer forma, um leque imenso de opções de trabalho se abrirá à nossa frente e nós, os profissionais e empresários da área da comunicação, teremos muitas chances para fazer o nosso melhor em termos de criatividade, ganhos de qualidade e valorização para o nosso mercado.
Simpatia só não basta para ter um ano bom, mas mesmo que tenhamos feito alguma ou todas, tenho certeza que o próximo ano — me refiro a 2019 — será um ano muito melhor. Não pelo efeito das simpatias e sim pelo poder que poderemos exercer nas urnas nas próximas eleições… Bora mudar o Brasil!
Sinval Lima
sinval@brisk.com.br

Como planejar suas ações para vender mais

Anterior

CRIANDO INFRAESTRUTURA EM SUA GRÁFICA PARA A RETOMADA DO CRESCIMENTO E AUMENTO DOS RESULTADOS

PRÓXIMO

Você pode gostar

Comentários

Comments are closed.

Mais em Coluna