Matéria de Capa

Separação de Cores Indexadas

0

Combinada com outros processos, a idexação promove efeitos diferenciados e toque suave

Há muitos recursos para separar cores para impressão têxtil e quando se trata de reprodução de cores exatas, melhor aproveitamento de recursos de equipamentos, energia e velocidade de trabalho combinando tudo com excelência de impressão, nenhum processo é mais eficiente que o processo de Indexação de Cores.

A indexação reduzir as dificuldades de impressão de tintas plastisol, reduzir o toque das impressões a zero, economizar tintas, passadas de rodo e energia térmica. Com uma separação de cores indexadas correta não é necessário usar secadores na impressão de fundos claros e médios. É o que se faz na impressão serigráfica rotativa.

 

O que é Cor Indexada?

Tradicionalmente, cor indexada é um processo de separação de cores onde as inúmeras tonalidades de um desenho RGB, CMYK ou de outro espaço de cores são reduzidas a um número limitado de cores usando o Modo Multicanal do Adobe Photoshop ou de outro programa. Atualmente os desenhos tratados, separados e impressos com tintas semi-opacas são também chamados “Cores Indexadas”. A rigor deveríamos chamar de Cores Indexadas somente as cores e processos que não se enquadram na Quadricromia CMYK padrão. Quando o termo é relacionado com tintas significa que as cores estão fora da escala de CMYK e nesta condição, no Photoshop, são chamadas “Spot Colors”.

O processo tradicional de indexação converte o desenho para pontos randômicos de difusão (diffusion ditter), que é um modelo de ponto quadrado que consta da lista de retículas do Modo Bitmap do Photoshop.  A biblioteca de modelos de ponto de difusão BMP do Photoshop simula os pontos de frequência Modulada (pontos FM estocásticos), porém com tamanhos fixos e quadrados. A simulação de claro / escuro é feita com o afastamento ou aproximação dos pontos. No Photoshop há também pontos BMP que simulam as Escalas de Cinzas geradas por programas RIP profissionais. Há muitos bons trabalhos realizados com este recurso barato e popular. Os pontos de simulação da Escala de Cinzas têm tamanho variável: na zona de cores médias o ponto tem o maior tamanho. Nas direções das zonas claras e escuras o tamanho é reduzido gradativamente para simular as gradações de cores.

 

index-monalisa-6-index-jornal

Como funciona a separação de cores indexadas

A separação de um desenho em cores indexadas pode ser realizada no Photoshop sob muitas maneiras. Destacaremos duas delas:

  • Quando o ponto de difusão é usado, as cores podem ser capturadas diretamente do desenho para armazenamento na Paleta Mestra de Cores (Master Colour Palette) do Photoshop. Posteriormente, a sequência de filmes analógicos ou digitais resultantes da separação pode ser direcionada pelas cores capturadas da imagem original. A separação de cores em si pode ser realizada pela indicação da varinha mágica do Photoshop na imagem original, por indicação das cores da Paleta Mestra, pelo Color Range, ou por outro caminho.
  • Separações de cores indexadas podem ser feitas a partir de separações básicas de CMYK. Tradicionalmente, as separações separadas por CMYK puro ou CMYK Estendido (misto de CMYK com Cores Spot) não são entendidas como separações de cores indexadas porque há muita sobreposição de cores. Na separação indexada verdadeira há mínima sobreposição e por isso podem ser realizadas impressões sem secador, mantendo a nitidez de detalhes, contornos e rendimento de cores.

Pontos positivos da indexação de cores

  • As separações de cores indexadas imprimem bem nos fundos escuros e claros. Esta facilidade é o maior atrativo da indexação;
  • O desenho para cores indexadas pode ser criado em programas de bitmap e manipulados em programas vetoriais e vice-versa;
  • O moiré pode ser melhor controlado e há maior facilidade de uso de pontos pequenos em telas mais abertas;
  • O acerto de cores é mais fácil, os desencaixes são menos danosos e as imagens indexadas são mais fáceis de estampar;
  • A aparência das imagens é mais uniforme em todo o lote e a velocidade de impressão pode ser maior;
  • A passagem de tinta é maior e pode economizar passadas de rodo e repiques de impressão;
  • O toque da impressão melhora sensivelmente pela ausência de sobreposição de tintas;
  • A independência de secadores intermediários é muito maior o que facilita a realização de impressão molhado sobre molhado a custo muito baixo;
  • A impressão úmida (molhado sobre molhado) reduz a percepção do tamanho do ponto impresso levando a uma simulação mais próxima do tom contínuo;
  • A força da cor impressa e a resistência visual da imagem de cores indexadas é muito maior que as imagens de escala de cinzas e isso traz três consequências importantes:

– Quando peças impressas são colocadas lado a lado em uma vitrine, a de cores indexadas salta aos olhos em relação à de escala de cinzas.

– Ao longe os detalhes e o contraste e brilho de uma imagem de cores indexadas permanecem claros.

– A imagem de cores indexadas tem maior resistência visual em ambientes com iluminação precária.

Pontos negativos da indexação de cores

  • Nas zonas de Mínimas (zonas claras da imagem) pode haver pontos mais evidentes e isso pode levar a sensação de defeitos na imagem. Na impressão digital pode ocorrer o mesmo – a maioria dos modelos de softwares de impressão digital jato de tinta – drivers ou RIPs – trabalham com pontos estocásticos e cabeças de impressão de resolução inferior a 7 picolitros mostram pontos de cor nas zonas de Mínimas.
  • O Ganho de Ponto da impressão indexada (aumento do diâmetro do ponto, escurecimento da imagem e borrões) com pontos BMP do Photoshop é maior e mais difícil de controlar;
  • Separações indexadas coloridas demandam mais matrizes de impressão que escalas de cinzas;
  • Impressoras de 4 cores não são a melhor opção para imprimir separações indexadas com escalas de cores muito extensas. O mínimo recomendável em uma impressora é seis cores. É comum encontrar impressoras nas estamparias imprimindo com 8 a 10 cores indexadas;

index-1-color
Em resumo, a indexação permite que a separação de cores seja mais precisa, de modo que se possa utilizar um sem fim de tonalidades de tinta, proporcionando uma impressão com toque muito mais suave e viva do que uma quadricromia comum – esta realizada apenas com as 4 cores CMYK em tintas com certa transparência, que quando sobrepostas formam outras tonalidades, porém com toque mais pesado devido à sobreposição de tintas.

Além da precisão e vivacidade de cores, o pulo do gato da indexação pode ser também a combinação deste com outros processos, criando efeitos diferenciados e de alto valor agregado. Recentemente lançamos aqui em O Serigráfico, o produto Discolor Base Index, da Fremplast (edição 244), formulado especialmente para trabalhos com indexação de cores.

O produto promove também uma corrosão, proporcionando maciez e grande vivacidade de cores, mesmo em fundos escuros. O Discolor Base Index está disponível em 12 cores pigmentadas e miscíveis enter si, entre elas alguns tons fluorescentes que fazem toda a diferença numa estampa.

Acompanhamos o passo a passo da aplicação do Discolor Base Index e foi impressionante ver o resultado e tocar a peça pronta, com toque quase zero, mesmo para uma estampa que parece pesada. Confira aqui: http://webapp244934.ip-192-46-218-58.cloudezapp.io/?p=1703&preview=true

 

Agradecimentos:

Consultoria e redação técnica: Herculano Ferreira, da Open W

Passo a passo do efeito Discolor Base Index: Rogério Lacerda, da Fremplast

 

Link útil: Plug-in de imposição de retículas estocásticas com bom custo benefício http://www.pixeology.com/ArtisticHalftone/download-artistic-halftone-plugin.html

Discolor Base Index Fremplast

Anterior

Furos e muito retoque na tela

PRÓXIMO

Você pode gostar

Comentários

Comments are closed.